saltar para o corpo principal da página (tecla de atalho: 2)
Logotipo da Câmara Municipal de Loures Urbanismo

Instrumentos de Gestão Territorial

 

Património

O património construído, paisagístico e de natureza arqueológica, constitui uma herança coletiva do Município de Loures, abrangendo uma grande diversidade de bens culturais a proteger e valorizar.

Pretendendo-se identificar e divulgar as características fundamentais destes bens de harmonia com os princípios da Lei de Bases da Política e do Regime de Proteção do Património Cultural, amplia-se o acesso público à informação sobre o significado dos edifícios e dos lugares, com disponibilização de um recurso que facilita o conhecimento e a compreensão destes valores identitários.

 

Galeria de Imagens do Património Classificado e em vias de Classificação

 

Monumento Nacional

Imóvel de Interesse Público

Monumento de Interesse Público

Monumento de Interesse Municipal

Sítio de Interesse Público

Em Vias de Classificação


» Igreja de Santo António, Moscavide

» 1.ª e 2.ª Linhas de Defesa a Norte de Lisboa durante a Guerra Peninsular também conhecidas por Linhas de Torres, concelho de Loures

 

Inventário Municipal do Património

O Inventário Municipal do Património de Loures (I.M.P.) tem por objetivo a identificação, o estudo e a divulgação de todos os bens imóveis na área do Município de Loures, sejam eles de natureza arquitetónica, arqueológica ou paisagística que, separada ou conjuntamente, possuam valores de antiguidade, autenticidade, originalidade ou exemplaridade, e ainda todos aqueles que sejam relevantes para a manutenção da identidade cultural do território em questão e da sua memória coletiva.

A inventariação situa-se no campo da articulação de competências entre diferentes níveis da administração pública. A necessidade de desenvolver o Inventário Municipal do Património decorre da Lei n.º 107/2001, de 8 de Setembro, que estabelece as Bases da Política e do Regime de Proteção do Património Cultural, e na Lei n.º 75/2013, de 12 de Setembro que estabelece o regime jurídico de transferência de competências do estado para as autarquias locais.

Conforme determina a Lei de Bases do Património Cultural: “O conhecimento, estudo, proteção, valorização e divulgação do património cultural constituem um dever do Estado, das Regiões Autónomas e das Autarquias Locais” (n.º 3, artigo 3.º, Lei nº 107/2001, de 8 de Setembro).

Neste quadro, o Município celebrou em Maio de 2010 um acordo de colaboração com o IHRU - Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana, para concretização do I. M. P. na modalidade de parceria técnico-científica, no âmbito do SIPA (Sistema de Informação para o Património Arquitetónico). Encontra-se inventariada a união das freguesias de Santo Antão do Tojal e São Julião do Tojal.

A Divisão de Planeamento e Reabilitação Urbana é o serviço incumbido de desenvolver o IMP, por meio de uma estrutura técnica multidisciplinar que garante a produção de informação de acordo com as normas de inventariação do SIPA. O IHRU procede à validação dos registos técnico-científicos produzidos no Município e torna possível a sua divulgação e acesso universal, pela incorporação dos registos na base de dados nacional, com divulgação na internet.

 

Galeria de Imagens do Inventário Municipal do Património

 

Imóveis inventariados do Município de Loures

 

Conjuntos Urbanos Inventariados do Município de Loures



saltar para o índice de conteúdo (tecla de atalho: 3) regressar à navegação principal da área (tecla de atalho: 1)